Swift

Lançamento e-book: Ópera de Tânatos, uma aventura pela obsolescência humana



O que acontecerá quando a raça humana tornar-se totalmente obsoleta perante à tecnologia?

O que acontecerá quando parcela da humanidade tiver acesso à tecnologia da imortalidade e da existência eterna e transcendido paras as redes "virtuais"?

Por que o surgimento de uma nova ordem demandará ainda alguma atividade humana?

Essas são algumas das perguntas que apresento numa nova experiência de escrita, desta vez num gênero cada vez mais relevante na compreensão do comportamento das diferentes sociedades humanas.

Em Ópera de Tânatos ambiento a narrativa num futuro próximo, em uma era da Nova Ordem Planetária. Neste futuro a tecnologia já permite a transcendência, e a imortalidade tornou-se uma realidade com os antigos humanos, agora Zetas imortais, vivendo e controlando o mundo no interior de uma imensa rede digital. Todos transformados em zeroumzerouns.

Entretanto, para uma parcela da humanidade restante, a transcendência é uma promessa de recompensa pelos dias vividos em prol do Estado, do planeta. Para estes, a utopia supostamente chegará apenas depois de décadas de dedicação e obediência ao sistema.

É o que esperam os protagonistas desta narrativa, o questionador Will StarBoyEver e a adepta Frida GlubGlubGirl, integrantes da trilogia parental constituída pela NóP, que junto do bebê incubado Pequeno Bill, forma uma estranha e curiosa família. Será pelos diálogos entre Frida e Will que a utopia desse novo mundo vai sendo desconstruída e estranhas contradições surgem para derrubar a perfeição.

Trata-se, portanto de uma narrativa embebida em muitas influências, de minhas leituras distópicas dos últimos anos, especialmente Philip K. Dick, e obras da televisão e do cinema. Referências e influências estas que como afluentes de um rio, levam suas águas até a uma nova coisa original, um rio autêntico.

Convido a todos a conhecerem este trabalho, que por cinco dias poderá ser baixado gratuitamente para seu Kindle. Leiam, comentem e critiquem a narrativa. Neste primeiro momento, a obra será publicada apenas digitalmente, mas pretendo lançá-la fisicamente ainda este ano, caso consigamos editores interessados.

Outros Posts interessantes

0 comentários

Flickr Images